Seja bem vindo ao Luzes de Gaia
Quinta, 28 de outubro de 2021
Portal Luzes de Gaia

Artigos - Luzes de Gaia

Artigo

A celebração do Sabbath de Beltane

Conhecidas como “A Roda do Ano ou Sabbaths”, são representadas pelo calendário religioso wiccano (religião pré-cristã) composto por treze rituais de Lua Cheia e oito Sabbaths ou dias de poder representados pelo círculo sagrado.

As datas festivas dos Sabbaths correspondem aos equinócios e solstícios marcados pelo início astronômico das estações do ano denominados como “Sabbaths Menores”, os outros quatro são os “Sabbaths Maiores” referentes aberturas de portais. A maioria prefere comemorar a Roda do Ano seguindo o calendário do hemisfério Norte, mas há quem comemore nas datas do hemisfério Sul.

Estamos nos aproximando da data comemorativa no hemisfério Norte do Sabbath maior de Beltane, relatado no filme celta “As Brumas de Avalon” de Marion Zimmer Bradley.

De acordo com o calendário do hemisfério Norte comemora-se em 1 de maio, mas para quem prefere seguir o calendário do hemisfério Sul festejará no dia 31 de outubro.

Beltane é o mais alegre dos festivais celtas, o Sabbath da fertilidade  que comemora o casamento dos Deuses. É celebrado com a dança do Maibole ou Mastro de Maio, onde fitas coloridas são arramadas na ponta de um mastro que durante a dança vão se trançando cobrindo todo o mastro simbolizando a união sagrada do masculino com o feminino. Além deste ritual, também são penduradas fitas e guirlandas de flores nas árvores fazendo pedidos e utiliza-se as cinzas das fogueiras em encantamentos de fertilidade e para abençoar pessoas e coisas.

A energia da união sagrada do Sabbath de Beltane está relacionado ao Deus Bel, um Deus do fogo, “tane” significa fogo, além dele são referenciados todos os deuses ligados a sexualidade e a fertilidade com o desabrochar da Primavera.

São utilizados neste alegre ritual máscaras de folhas, cestas de flores e frutos, saladas de folhas e frutos, incensos de olíbano, rosa e jasmim, bebe-se vinho e suco de uva, utilizam-se cristais de malaquita, amazonita e quartzo rosa e as cores verde da terra, o branco do sêmen e o vermelho do sangue menstrual e muita dança em volta das fogueiras.

    Sobre o(a) autor(a)

    Adriana Brito

    Adriana Brito

    Profissional da área de marketing, formada em Turismo. Como uma geminiana típica, é curiosa por outras culturas. Estudiosa do mundo holístico há mais de 20 anos, adquiriu conhecimentos sobre bruxaria natural, magia da sete chamas sagradas, cultura celta e cigana, astrologia, numerologia e simbolismos, além de oráculos como o baralho cigano e as runas.

    Assine nossa newsletter

    Receba as últimas novidades, informações, dicas e curiosidades sobre o universo holístico diretamente em seu e-mail.